sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Novo programa na Radio America

No sábado dia 11/02/2012 iniciarei um novo programa na RADIO America ( America.cancaonova.com) Pergunte ao Doutor

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

EXERCÍCIOS FÍSICOS E O CORACAO DA MULHER


Desde ha muito se sabe da importância da pratica da atividade física para a manutenção da saúde física e mental, mas é importante que alguns dados sejam conhecidos de você, mulher, para que cada vez mais cuide do seu coração.

Benefícios do exercício físico

 • Pessoas que praticam esportes  tem 23 % menor risco de morte que aqueles pouco  ativos.

 • Exercício é essencial para o controle do peso. As dietas podem reduzir o peso as custas de perdas musculares , ao passo que o com o exercício físico perde-se peso as custas de diminuição da gordura corporal.

 • O exercicio físico aumenta o controle da glicemia em portadores de diabetes e pode prevenir ou retardar o inicio do diabetes tipo II.
 • Exercícios aeróbicos diminuem a pressão arterial em pacientes com hipertensão arterial sistêmica.

 • Exercícios podem melhorar os níveis das gorduras do sangue pela diminuição dos níveis de triglicérides e aumento do HDL-colesterol( bom colesterol)

 •Muitas pessoas relatam redução do estresse apos o exercício físico. Pesquisas mostram que a pratica de exercícios físicos esta associada a menores índices de tensão, ansiedade e depressão.

 • Exercícios de impacto como caminhadas, corridas podem prevenir a osteoporose e reduzir a incidência de fraturas.

 • Algumas evidencias sugerem que o exercício pode proteger a ocorrência de câncer de mama e de próstata e  pode retardar ou diminuir o aparecimento de demências.


Antes de iniciar o condicionamento físico faca uma consulta com o seu medico. 


 A grande maioria das pessoas nao necessita de testes especiais para iniciar um programa de condicionamento físico, mas o melhor é sempre procurar o medico para que ele faca alguns exames para prevenir complicações futuras.
Diabéticos, hipertensos, pessoas que já tiveram infarto ou angina são obrigados a fazerem um teste de esforço antes de iniciar a programação de atividade física. Com base no resultado desse exame, o medico poderá deteminar o tipo de exercício ideal e os limites que o individuo poderá atingir no esforço. Nunca inicie um programa de condicionamento físico sem a orientação de um cardiologista.

 Começando o exercício físico

Se você nao faz exercícios regularmente, comece a sua programação caminhando durante poucos minutos diariamente, ate atingir 30 minutos ao dia durante os cinco dias da semana. A atividade física nao necessita ser continua para produzir benefícios a sua saúde; você pode faze-la em três a quatro períodos de 10 minutos cada durante o dia, todos os dias. Caminhadas feitas uma ou duas vezes por semana  nao resultam em nada.Apos atingir 45 a 60 minutos por dia  você pode aumentar a distancia a ser percorrida, de modo a aumentar a intensidade do exercício.


Tipos de exercícios

Um programa de condicionamento físico deve conter exercícios aeróbios,  de resistência e de alongamento.
Antes de iniciar o exercício é importante que se faca aquecimento dos músculos e dos tendões para evitar contusões e lesões  musculares. Cinco a dez minutos de caminhada leve ou de corrida leve são importantes para se aquecer a musculatura que será requisitada no desenrolar dos exercicios. Apos isso inicie o seu treinamento com exercícios aeróbios como a caminhada, pedaladas em bicicleta parada ,corridas  na esteira,  natação e  hidroginástica. Mescle os seus exercícios com os de resistência, feitos com ajuda de pesos e maquinas de musculação. Eles devem ser feitos pelo menos duas vezes por semana com 48 horas de intervalo entre as sessões.
Terminada a atividade física, alongamentos deverão ser feitos com o objetivo de proteger as articulações, tendões , grupos musculares etc.

Quando você tem que pedir socorro.

 • Quando apresentar dor ou pressão no peito, nos braços, pescoço;
 • Quando tiver náuseas ou vômitos durante o exercício;
 • Quando sentir palpitações , disparo no coração e mal estar;

 • Dificuldade respiratória

 •Sentir-se muito fraco e muito cansado

 • Sentir dores nas juntas, câimbras, dores musculares intensas, fraqueza muscular;


Cuidados durante o exercício


 • Não deixe de tomar liquidos durante e apos o exercício. A sede é um sinal de que o nosso organismo necessita de água.
 • Não faca exercícios ao ar livre se a temperatura estiver muito elevada ou muito baixa.
 • Use calcados apropriados para os seus pés e para o tipo de exercício que você pretende fazer. Troque sempre os calcados quando houve sinais de deterioração.

REFERENCES
1.    Trends in leisure-time physical inactivity by age, sex, and race/ethnicity--United States, 1994-2004. MMWR Morb Mortal Wkly Rep 2005; 54:991.
2.    Paffenbarger, RS Jr, Hyde, RT, Wing, AL, Lee, IM. The association of changes in physical-activity level and other lifestyle characteristics with mortality among men. N Engl J Med 1993; 328:538.
3.    Wannamethee, SG, Shaper, AG, Walker, M. Physical activity and mortality in older men with diagnosed coronary heart disease. Circulation 2000; 102:1358.
4.    Haskell, WL, Lee, IM, Pate, RR, et al. Physical Activity and Public Health: Updated Recommendation for Adults from the American College of Sports Medicine and the American Heart Association. Circulation 2007; 116:1081.
5.    Dunn, AL, Marcus, BH, Kampert, JB, et al. Comparison of lifestyle and structured interventions to increa

terça-feira, 26 de julho de 2011

PORQUE AS MULHERES SUBESTIMAM AS DOENÇAS DO CORAÇÃO?

Apesar dos enormes avanços no diagnóstico e tratamento das doenças cardiovasculares( infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, etc) estas moléstias ainda são as líderes na escala da mortalidade global no mundo todo em ambos os sexos. As campanhas de prevenção propiciaram uma redução importante dessas taxas nos últimos anos, mas no sexo feminino esses dados não tem sido signficativos.
Nos EUA estima-se que 42% das mulheres que tiveram infarto morreram no primeiro ano do quadro, enquanto que nos homens isso ocorreu em 23% deles. Estudo semelhante feito na Inglaterra revelou que nos seis meses que sucederam o episodio do infarto do miocardio ocorreram mortes em 32% das mulheres e em 27% dos homens. Grande parte dos trágicos números dessa estatística poderiam ser evitados com medidas preventivas eficazes, entre elas a necessidade de  informação às mulheres e aos profissionais de saúde dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares nas mulheres.
A subestimação por parte das mulheres do risco cardiovascular vem sendo observada por:
1- estagnação da classe científica em analisar o comportamento da doença cardiovascular no sexo feminino;
2- ausencia de informações aos leigos

Ref: Why do women underestimate the risk of cardiac disease? A literature review. Australian Critical Care(2007)20,53-59










 

sábado, 2 de julho de 2011

Uma boa notícia aos amantes do chocolate

As doenças cardiovasculares, ou seja, o infarto do miocardio, acidente vascular cerebral etc são as maiores causas de mortalidade e morbidade em mulheres. Alimentos funcionais tem atraido muito interesse da classe científica na tentativa de prevenir a ocorrência dessas doenças, cada vez mais incapacitantes e letais.
Estudos científicos mostraram, através de evidências epidemiológicas, que o chocolate pode ser um excelente modulador do risco cardiovascular. Chocolate , ou cacau  na sua forma natural, contem flavonoides, substancias que exercem ação protetora sobre o sistema cardiovascular protegendo-o da ateroesclerose. Esses estudos sugerem efeitos benéficos do chocolate por conta da ação dos flavonoides no estresse oxidativo, na inflamacao e na disfuncao endotelial que ocorre na ateroesclerose. Alem disso, o consumo de chocolate tem se correlacionado com a modulação da pressão arterial, do perfil lipídico , da ativação das plaquetas e da sensibilidade a insulina
 Mas, para os amantes do chocolate, um aviso: somente tem esses efeitos beneficos o chocolate amargo e sem leite. Deve-se lembrar que os altos indíces calóricos existentes no chocolate, particularmente aqueles produzidos nas formas impuras, são fatores limitadores do seu uso diário. Recomenda-se, para aqueles não diabéticos, consumo diario de uma barra de chocolate escuro com a maior porcentagem possivel de cacau, como fator auxiliar na prevenção das doenças cardiovasculares.


Fonte: Fernández-Murga L, et al. The impact of chocolate on cardiovascular health. Maturitas (2011), doi:10.1016/j.maturitas.2011.05.011 

quinta-feira, 23 de junho de 2011

REPOSIÇÃO HORMONAL - FAZER OU NÃO?

A terapia da reposição hormonal vem sendo motivo de muita polêmica desde a publicação dos resultados de dois grandes estudos em 2002, que revelaram grandes prejuizos a saúde da mulher devido o uso desses hormonios. Até então, era conduta administrar as mulheres menopausadas ,estrogenos e progesteronas com o objetivo de diminuir o risco de doenças do coração e de acidente vascular cerebral.
Os resultados dos grandes estudos WHI ( Women Heart Initiative) e  HERS ( Heart and Estrogen/progestin Replacement Study) aterrorizaram a população feminina pois revelaram que mulheres que recebiam esses hormonios tinham maiores chances de apresentarem AVC,  infarto do miocardio, trombose, cancer de mama, embora houvesse redução de risco para cancer de colon e para fraturas. Análises posteriores dos resultados desses estudos mostraram que os efeitos maléficos desses hormonios dependiam da idade das mulheres que os recebiam. Dessa forma, atualmente sabemos que a reposição hormonal é benéfica para mulheres com menos de 10 anos de menopausa ou com idade entre 50 a 59 anos, determinando menor risco de doenças cardiovasculares além de melhorar os sintomas da menopausa como : fogachos, secura e atrofia vaginal etc. A comunidade médica internacional recomenda reposicao hormonal , durante 5 anos , em mulheres recem menopausadas e com idade nao maior do que 60 anos.

terça-feira, 14 de junho de 2011




Hospital Alemão Oswaldo Cruz inaugura Centro de Atenção ao Coração da Mulher

Com abordagem diferenciada e especifica para a saúde do coração feminino, o novo Centro estimula a prevenção e promove o tratamento adequado das doenças cardiovasculares em mulheres

São Paulo, 14 de junho de 2011 – O Hospital Alemão Oswaldo Cruz acaba de inaugurar seu Centro de Atenção ao Coração da Mulher, com foco nas doenças cardiovasculares femininas, que têm se mostrado a maior causa de mortalidade entre as mulheres. O novo Centro oferece abordagem singular para a prevenção e o tratamento das doenças cardiovasculares por meio de atendimento personalizado e baseado nas condições e particularidades femininas, levando em conta aspectos técnicos, sintomas clínicos relacionados às alterações hormonais e emocionais das pacientes.

Sob a coordenação do cardiologista e especialista Roque Savioli, autor da obra “Um Coração de Mulher”(Editora Canção Nova), o Centro ainda contará com uma equipe multidisciplinar que trabalhará integralmente focada nos diferenciais femininos. Para complementar os serviços prestados, os exames de imagens diagnósticos serão realizados no Centro Diagnóstico de Cardiologia não-invasiva do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, que conta com equipamentos de última geração e equipe qualificada.
Dentro do escopo dos novos serviços e alinhado à missão do Hospital Alemão Oswaldo Cruz em cuidar da cadeia integral da saúde, o Centro também investirá em programas de esclarecimento sobre os riscos e particularidades das doenças cardiovasculares das mulheres.
O coração feminino
A iniciativa de criar um novo serviço especializado na terapêutica do coração feminino surgiu a partir da constatação de número significativo de mulheres afetadas por infarto do miocárdio.


Recentemente, a American Heart Association revisou suas recomendações, incluindo particularidades e diferenças entre os sexos nos problemas relacionados ao coração. Segundo o novo guia, as mulheres precisam levar em consideração, por exemplo, diabetes gestacional, hipertensão, artrite reumatoide e cuidados com terapia de reposição hormonal.

Sobre o Hospital Alemão Oswaldo Cruz
Fundado em 1897 por imigrantes de língua alemã, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz foi idealizado com o objetivo de atender a comunidade e retribuir o acolhimento do povo brasileiro por meio da prestação de serviços de saúde de qualidade. A instituição, desde seu início, sustenta sua vocação para cuidar das pessoas, aliando o acolhimento à precisão, refletidos na excelência do atendimento integral à cadeia da saúde, que engloba educação, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação, com foco em Doenças Circulatórias, Digestivas, Osteomusculares, Oncológicas e Atenção ao Idoso. Em 2009, o Hospital conquistou a certificação internacional pela Joint Commission International (JCI), que o posiciona ao lado das melhores instituições de saúde do mundo.



Hospital Alemão Oswaldo Cruz – www.hospitalalemao.org.br
Informações para a imprensa

Hospital Alemão Oswaldo Cruz – Imprensa e RP
Aline Shiromaru – Tel.: (11) 3549-0096 – aline.shiromaru@haoc.com.br

 

LVBA Comunicação

Luciana Rodrigues – Tel.: (11) 3039-0692 – luciana.rodrigues@lvba.com.br
Adriane Froldi – Tel.: (11) 3039-0654 – adriane.froldi@lvba.com.br